Sabemos que a educação precisa acompanhar a realidade, ser crítica e ativa em relação a ela. No entanto, fazer parte deste movimento, buscar formas realmente inovadoras para conhecer e agir, pode ser um desafio.

Como construímos e estimulamos diferentes formas de aprender no agora, com estudantes e a comunidade?

Este manifesto propõe atitudes que abrem espaço para uma educação transigente acontecer.

 

1

Discuta  a atualidade trazida pelos veículos de informação - sendo você um deles - abrindo uma janela para o mundo e refletindo sobre ele.

 

2

Possibilite que estudantes experimentem a cidadania em ação por meio de assembleias, desenvolvendo responsabilidade e autonomia para gerirem suas relações e seu ambiente.

3

Convide vozes de fora da escola para co-criar projetos e outras trilhas de aprendizagem, trazendo novas experiências e um poderoso repertório para os estudantes.

 

4

Crie ambientes de aprendizagem baseados na interação entre diferentes idades, permitindo a todos colaborar, conviver e aprender com as diferenças.

 

5

Planeje com os estudantes projetos que olhem para além da sala de aula, propondo soluções que gerem impacto na comunidade local.

6

Entenda o conhecimento como um mosaico de competências integrado às experiências vivas e prazerosas, mostrando como a aprendizagem pode ser socialmente significativa e relevante, e não inerte e vazia.

 

7

Acredite em um currículo flexível em sintonia com os interesses e necessidades, individuais e coletivos, superando listas de itens padronizados e perguntando aos estudantes o quê e como podem aprender.

8

Compartilhe seu conhecimento e práticas em rede, colaborando para que sejam impulsionadas as mudanças culturais fundamentais na educação.

9

Inspire os estudantes a desenvolverem seus próprios projetos e paixões, explorando conceitos desafiadores e aquilo que não sabemos.

 

10

Descubra a paixão por aprender, a todo momento, em qualquer lugar e seja um estudante encantado para o resto da vida.

A aprendizagem pressupõe autoria, conexões e colaboração. A transformação não é só resultado da mudança, mas resultante também da ação do criar e recriar, ao atuarmos conscientemente naquilo que nos propomos a fazer.

Compartilhe o manifesto!

Faça o download do poster e compartilhe.

Junte-se à conversa!

Este é um manifesto vivo em constante evolução. Quer saber mais? Cadastre seu email abaixo.